DIAGNOSTICO E TRATAMENTO DE CÂNCER DE PELE

O câncer da pele é o tipo de tumor mais incidente na população – cerca de 25% dos cânceres do corpo humano são de pele. O câncer de pele é definido pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Qualquer célula que compõe a pele pode originar um câncer, logo existem diversos tipos de câncer de pele. O dermatologista está na linha de frente na prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamento do problema.

LESÕES PRÉ-CANCERÍGENAS

As lesões pré-cancerosas podem evoluir para câncer de pele ou podem já ser um câncer de pele em estágio inicial.

REMOÇÃO DE PINTAS

Ter pintas espalhadas pelo corpo é bastante comum. No entanto, isso não é uma regra e alguns podem se transformar em câncer de pele.

CORREÇÃO LÓBULO DE ORELHA

Fissura de lóbulo de orelha é o termo médico para designar a lesão causada quando o orifício do brinco se alarga ou se rompe completamente, deixando o lóbulo da orelha partido. O alargamento do orifício do brinco e a sua ruptura completa são causados por brincos pesados ou trauma com tração. Ambos são passíveis de correção cirúrgica com anestesia local, um procedimento que pode ser realizado na clínica.

SUTURA SILHOUETTE

Com o Sutura Silhouette ou fio silhouette, é possível ter um rosto redefinido em apenas 30 minutos. O tratamento é feito pela incisão de ácido polilático moldado na forma de fios que são absorvíveis pelo organismo. A aplicação do sutura silhouette é feita ambulatorialmente e com anestesia local e, embora seja um processo simples, o seu resultado tem duração de até 18 meses.

TRATAMENTO NA ONICOCRIPTOSE (UNHA ENCRAVADA)

A onicocriptose, ou o termo popular unha encravada, é uma dor ou inflamação que ocorre no dedo quando a borda lateral da unha fere a pele adjacente, enterrando-a ao seu redor. Isto acontece porque a pele forma uma barreira ao crescimento da unha e, como esta é mais dura e não pára de crescer, ela adentra a pele causando os sintomas mais comuns como dor e inflamação.